Descobri o autismo do meu pai quando ele tinha 72 anos

Publicado em 18 de abril de 2017

O diagnóstico na vida adulta:

“Depois que soubemos o que era o autismo, fomos tratar de cuidar do nosso filho e fomos aprendendo o dia a dia de como lidar com ele. Com os avanços em pesquisas em todas as áreas e com muita leitura fui percebendo traços do autismo no meu pai e comecei a observá-lo mais. Falei com a minha mãe que, imediatamente, percebeu vários aspectos”.

Confira a matéria completa: https://goo.gl/2Bm2Ti

faça uma doação